segunda-feira, 5 de maio de 2014

Arcabouço cósmico


Sigo pela linha do horizonte e mergulho
num arcabouço cósmico muitas vezes impenetrável,
mas prenhe de realidades distintas e com seus temores crônicos.


José Lima Dias Júnior – 05.05.2014


2 comentários:

  1. Se me lanço no cosmo... deixo de ser estrela para ser cometa...

    ResponderExcluir
  2. Somos estrelas distintas filhos de um cosmo em ebulição.

    ResponderExcluir